quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Temperamento Melancólico

MELANCÓLICO
O mais rico de todos os temperamentos é o melancólico. O melancólico, em geral, possui mente privilegiada e uma tremenda capacidade de experimentar toda gama de emoções. O maior perigo está em se entregar a pensamentos negativos que exageram suas tendências pessimistas. Alguns dos maiores gênios do mundo foram melancólicos superdotados, que desperdiçaram os seus talentos em crises de angustia profunda, tornando-se apáticos e pouco produtivos. O Sr. Melancólico é, de todos os temperamentos, os mais talentoso. é perfeccionista por natureza, muito sensível e apreciador das belas-artes, analítico, abnegado, e amigo leal. Em geral não é extrovertido e raramente se impõe. Ao lado de seus dotes excepcionais existem  também fraquezas igualmente complexas, que muitas vezes neutralizam o seu impacto. Ele tende a ser genioso, crítico, pessimista e egocêntrico. 
Móises foi um exemplo bíblico de melancólico, ele era talentoso At.7:22; abnegado, Hb.11:23-27; perfeccionista (Deus usou essa qualidade para lhe dar os detalhes da Lei, da justiça divina e do Tabernáculo); leal (os livros da Lei, revelam isso) e extremamente dedicado, Ex.32:31-32. Mas sofria de um complexo de inferioridade que trazia à tona todas as fraquezas do melancólico, Ex. 3:11-13; Ex. 4:1,3,10,13. Muitas vezes se deixava dominar pela ira, Nm.20:9-12 e pela depressão, Nm.11:11-15.  O seu encontro com o Senhor no Monte Horebe e a freqüente busca da sua face, contudo, fizeram dele um homem cheio do Espírito Santo, um líder destemido, e tornou-se “o homem mais manso da Terra”, Nm.12:3. Suas qualidades se destacaram e foi o grande legislador de Israel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário